Logo Leandro e CIA

Trabalhadores protestam contra emenda 3 no País

Publicado em:

Diversas centrais sindicais se reúnem em um protesto nacional nesta terça-feira contra a emenda 3 da Super-Receita. As paralisações ocorrem simultaneamente em todas as capitais estaduais.

A emenda 3 prevê que o auditor fiscal não tenha poder para definir se há relação de trabalho entre uma pessoa física e a empresa. De acordo com a proposta, somente a Justiça pode estabelecer se há relação de trabalho ou de prestação de serviços entre uma empresa e uma pessoa fisica ou mesmo com outra pessoa jurídica.

Segundo a rádio CBN, o Sindicato dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo estima que pelo menos mil trabalhadores devam aderir à greve em São Paulo. Os metalúrgicos também pretendem fazer assembléias e promover atrasos na entrada de fábricas no ABC e demais regiões, como Jaguariúna e Sorocaba. Químicos da Grande São Paulo prometem paralisação de 3 horas.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno José Bezerra, afirmou que os trabalhadores vão aguardar o resultado de uma reunião hoje, em Brasília, entre representantes das centrais sindicais e os ministros da Fazenda, Guido Mantega; do Trabalho, Carlos Lupi; e da Previdência Social, Luiz Marinho, para definir como será a continuidade das manifestações.

No Rio Grande do Sul, há protestos em vários pontos do Estado. Os trabalhadores ligados à CUT fizeram concentração na praça Pinheiro Machado, na avenida Farrapos, zona norte de Porto Alegre. Pouco antes das 8h, eles começaram uma marcha em direção ao centro.

Em Caxias do Sul (RS), os metalúrgicos de uma empresa bloquearam logo cedo os km 146 e 147 da BR-116. A polícia monitora o movimento no loca, onde já é registrado congestionamento.

Em Brasília, o presidente nacional da CUT, Artur Henrique, comanda a manifestação e panfletagem no aeroporto para pressionar os parlamentares que desembarcam na capital federal a manter o veto presidencial.

Participam da mobilização a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical, a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), a Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), a Social Democracia Sindical (SDS), a Central Autônoma de Trabalhadores (CAT) e a Nova Central.

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: