Notícias


Sistema de débito direto substituirá o boleto bancário

estadao.com.br

Vinícius Pinheiro

Componentes.montarControleTexto(“ctrl_texto”)

A implantação do sistema de débito direto autorizado (DDA), por meio do qual os bancos pretendem substituir os boletos bancários enviados pelo correio por cobranças eletrônicas, deve reduzir pela metade a impressão de documentos em um prazo de três anos.

A expectativa é da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que apresentou ontem a inovação, prevista para entrar em operação em 19 de outubro deste ano, no congresso de automação bancária Ciab.

Estima-se que atualmente sejam emitidos 2 bilhões de boletos por ano, com um valor médio de R$ 1 mil cada. O DDA estará disponível para faturas como mensalidades escolares, planos de saúde, condomínios e financiamentos. As cobranças de concessionárias de serviços públicos não entram no sistema nesta primeira fase.

Segundo o coordenador do projeto DDA na Febraban, Leonardo Ribeiro, a adesão ao sistema será uma opção do cliente, e não do banco ou do cobrador. A partir da próxima segunda-feira, os bancos estão autorizados a divulgar o sistema entre os clientes e fazer uma espécie de "pré-cadastramento" de interessados, diz Ribeiro.

O otimismo da Febraban em relação ao serviço se justifica pela conveniência. A adoção do DDA deve reduzir as cobranças indevidas ou não solicitadas, diz o coordenador do projeto.

var keywords = “”;