Logo Leandro e CIA

Shopping Sebrae deve virar centro tecnológico em Patos

Publicado em:

Nabor discute alternativas para shopping

A solução para o impasse que envolve o prédio inacabado, onde funcionaria a Central de Comercialização no município paraibano de Patos, foi um dos temas tratados na reunião entre o presidente do Sebrae Nacional, Paulo Okamotto, e o prefeito Nabor Wanderley, ontem, em Brasília. O encontro contou com a presença do superintendente do Sebrae-PB, Júlio Rafael. A construção de um projeto específico para o pólo coureiro-calçadista de Patos foi o outro tema do encontro. O município é um importante produtor de calçados, responsável pela fabricação de 6 milhões de pares/ano, executada por mais de dois mil microempreendedores.
 
A finalidade do prédio inacabado, localizado na entrada da cidade de Patos, está subordinada à legislação municipal aprovada há oito anos, que autoriza apenas o funcionamento de uma Central de Comercialização no local. Okamotto e Rafael concordaram que o equipamento contribuirá mais para o desenvolvimento do município, se puder abrigar outros objetivos e finalidades, entre eles, um Centro Tecnológico de Couro e Calçado, cursos e capacitações do Sebrae e da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e centro de convenções.
Para solucionar o problema, o prefeito se comprometeu a enviar à Câmara Municipal um projeto de lei que modificará os objetivos e finalidades de uso do equipamento, construído com recursos do Sebrae e do governo da Paraíba. “Saio daqui satisfeito e com certeza de que a parceria com o Sebrae vai crescer e trazer frutos importantes para a cidade, principalmente no que se refere a mais renda e empregos na região”, declarou Rafael ao final da reunião.

O prefeito de Patos disse, ainda, que nos próximos dias vai se reunir com o Sebrae Paraíba, Federação das Indústrias da Paraíba, Universidade do Estado da Paraíba, entre outros, para construir juntos a proposta de modificação na legislação. “O Sebrae Nacional vai apoiar o município de Patos, pois num país que cresce criando empregos e novas empresas, não pode ter um empreendimento, como esse, inacabado”, afirmou Okamotto. O presidente do Sebrae Nacional vai visitar o município, nos próximos meses, para conhecer o pólo coureiro-calçadista de Patos.
Para o superintendente do Sebrae Paraíba, a solução para o impasse foi encontrada. “Queremos qualificar e modernizar o setor calçadista em Patos. Esse é o nosso desafio”, afirmou Rafael. Na reunião com Okamotto, também ficou acertado que, a partir de janeiro de 2008, o Sebrae Paraíba, com apoio do Sebrae Nacional, vai iniciar a formatação de novo projeto voltado a essa cadeia produtiva no município paraibano. Patos fica no centro do Estado paraibano, a 280 km de João Pessoa, e possui 97 mil habitantes. Seis milhões de pares/ano são produzidos no município. Mais de dois mil microempreendedores atuam no setor. A cidade é a quarta da Paraíba e funciona como pólo para cerca de 70 municípios.

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: