Notícias


Secretário da Receita diz que governo pode reavaliar arrecadação tributária

CLARICE SPITZ

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, disse hoje que o governo “poderá repensar” as bases da arrecadação tributária, desde que seja feita uma avaliação pormenorizada que não gere riscos ao equilíbrio fiscal.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem encontro marcado com governadores para tratar da reforma tributária no próximo dia 6 de março.

“Evidentemente contendo gastos, evidentemente tendo aplicação efetiva em termos de investimentos, como tem sido feito, nós poderemos sim repensar o que é a arrecadação. Mas não só cortar por cortar, porque, ao cortar, nós quebramos o Estado. Isso não é bom para ninguém”, afirmou Rachid.

O secretário da Receita disse ainda que o governo tem preocupação com o equilíbrio fiscal e que o país já experimentou no passado formas de financiamento por meio de empréstimos e de emissão de moeda –o que não é apropriado agora.

Rachid participou hoje da entrega de duas lanchas no valor total de R$ 8 milhões para a fiscalização da Receita para coibir o contrabando e a pirataria no Rio de Janeiro, as quais poderão ser utilizadas também pela Força Nacional de Segurança.