Notícias


Sebrae/PR alerta empreendedores individuais para obrigatoriedade de declaração do Simples Nacional

Portal Fenacon

Paranashop

Os cerca de 40 mil empreendedores individuais formalizados no Paraná, desde setembro de 2009, devem entregar, entre os dias 3 e 31 de janeiro de 2011, a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), um formulário que recolhe e reúne informações fiscais das empresas individuais, referentes ao ano de 2010. A regra vale para empreendedores individuais de todo o País, levando em conta que a legislação passou a vigorar no Brasil a partir de julho de 2009.

O coordenador estadual de Políticas Públicas do Sebrae/PR, Cesar Rissete, explica que o procedimento é obrigatório. Segundo ele, o preenchimento do documento é simples e é necessário informar alguns dados fundamentais. "Os empreendedores individuais deverão informar o total da receita obtida em 2010. Se sua atuação estiver ligada ao comércio ou indústria, os empreendedores precisarão informar o montante da receita sujeito ao ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), e, por fim, os declarantes deverão responder se tiveram ou não funcionário registrado no período", esclarece Rissete.

A entrega da Declaração Anual é feita pela internet, diretamente no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). O Empreendedor Individual é uma categoria criada e incluída no Simples Nacional é um regime simplificado de pagamento de tributos que beneficia empresas com um faturamento anual de até R$ 2,4 milhões. O sistema unifica o recolhimento de seis tributos federais, do ICMS, destinado aos estados, e do Imposto sobre Serviços (ISS), que é municipal.

O fato do prazo para entrega ser no mês de janeiro requer atenção redobrada, orienta Rissete, do Sebrae/PR. "Por ser um mês de férias, é comum que os empreendedores esqueçam da obrigação ou deixem para a última hora. A não entrega da Declaração no prazo determinado implica o pagamento de multa e torna irregular o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas CPF) dos empreendedores, o que gera prejuízos ao andamento dos negócios", alerta.

O Empreendedor Individual, figura jurídica instituída pela Lei Complementar 128/08 que alterou o dispositivo do Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, também conhecido como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, objetiva facilitar a formalização de manicures, pintores, costureiras, carpinteiros, cabeleireiros, artesãos, sapateiros, entre outras profissões.

A nova lei entrou em vigor no Brasil em 1º de julho de 2009. Até 1º de dezembro, quase 40 mil empreendedores do Paraná deixaram a informalidade e formalizaram suas atividades. Em todo o Brasil, são mais de 748 mil empreendedores formalizados.

A orientação e o atendimento direto a esse público estão sendo feitos pelo Sebrae, Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) e sindicatos filiados. Os escritórios de contabilidade integrantes do Simples Nacional fazem, gratuitamente, o registro e a primeira declaração anual desses empreendedores individuais, de acordo com a legislação. Os empreendedores individuais que tiverem dúvidas sobre a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional poderão buscar informações na Central de Atendimento do Sebrae/PR, no telefone 0800 570 0800.

Quem pode aderir

Podem se formalizar empreendedores da indústria, comércio e serviço – exceto locação de mão de obra e profissões regulamentadas por lei – com receita bruta anual de até R$ 36 mil. Os interessados, que pagarão entre R$ 56,10 e R$ 62,10 de tributos, devem ter no máximo um funcionário com renda de até um salário mínimo mensal ou piso da categorial profissional.

Sobre o Sebrae/PR

O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná é uma instituição sem fins lucrativos que foi criada para dar apoio aos empresários de pequenos negócios e aos empreendedores interessados em abrir micro e pequenas empresas. No Brasil, são 27 unidades e 750 postos de atendimentos espalhados de norte a sul. No Paraná, cinco regionais e 11 escritórios. A entidade chega aos 399 municípios do Estado por meio do atendimento itinerante, pontos de atendimento e de parceiros como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, capacitações empresariais, treinamentos, projetos, programas e soluções empresariais, com foco no empreendedorismo, setores estratégicos, políticas públicas, tecnologia e inovação, orientação ao crédito, acesso ao mercado, internacionalização, redes de cooperação e programas de lideranças.