Notícias


Ricardo assina decreto que reduz taxas de microempresas da Capital, na segunda-feira

O incentivo que as microempresas de João Pessoa precisavam. É o que prever o decreto a ser assinado pelo prefeito Ricardo Coutinho (PSB), nesta segunda-feira (16), reduzindo taxas de microempresários da cidade como forma de incentivar a formalização de negócios em vários ramos de atividades desenvolvidas na Capital. A assinatura vai ocorrer às 10h, no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria. A idéia é beneficiar todos os empreendedores atendidos pelo Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), desenvolvido a partir de uma parceria com o Banco do Brasil, a começar pelos profissionais do ramo da beleza (cabeleireiros).

O secretário da Receita Municipal, Nailton Ramalho, ressaltou que se espera com esse decreto a criação de novos empreendimentos formais e a conseqüente geração de recursos para a cidade. O decreto atende a reivindicação de vários profissionais que encontravam dificuldades na formalização do negócio devido ao pagamento de taxas e impostos, incompatíveis muitas vezes com a atividade e o perfil do negócio.

Beleza pura – Os beneficiados diretamente nessa primeira etapa serão os integrantes do Programa Beleza Pura, formado por profissionais da beleza, que estão sendo acompanhados pelo Comitê do Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS)/Banco do Brasil. O coordenador, Ricardo Paulo Oliveira, ressaltou que a redução das taxas chega após o trabalho de diagnóstico da situação vivenciada pelos segmentos que estão na informalidade, a projeção de planos de negócios e a capacitação continuada.

O coordenador da Equipe de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS) da Superintendência do Banco do Brasil, Pedro Soares Filho, afirmou que a parceria com a Prefeitura de João Pessoa está sendo fundamental para o desenvolvimento e fortalecimento do segmento dos profissionais de beleza na Capital. O projeto conta também a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Médias Empresas na Paraíba (Sebrae-PB). “É muito importante a atitude da Prefeitura em vir ao encontro às necessidades de segmentos que estão atuando no mercado informal da cidade e vão se sentir participantes do desenvolvimento da Capital”, enfatizou.