Notícias


Receita e PF enquadram escritórios de contabilidade

Três estabelecimentos são suspeitos de praticar fraudes em declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física

A Receita Federal em conjunto com aPolícia Federal e o Ministério Público Federal realizaram nesta quinta-feira(29) Operação Risco Duplo, em Brasília. A investigação consiste no cumprimentode mandados de busca e apreensão em oito locais ligados a pessoas suspeitas de praticarem fraudes em declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física. Trêsescritórios de contabilidade estão entre osestabelecimentos que apresentaram indícios de operações irregulares.

Há suspeita de queos contadores e consultores tributários titulares desses escritórios orientariam sua clientela a declarar falsas despesas dedutíveis, a fim de aumentar indevidamente os valores das restituições. De acordo com a Receita, as principais deduções utilizadas para reduzir, em até 80%, a base de cálculo do imposto de renda foram gastossimulados com saúde, previdência privada e educação.

Essaoperação decorre de uma investigação iniciada há um ano. Cerca de dezoito auditores fiscais e trinta e dois policiais federais estão participando das apreensões.

Penalidades

Os contribuintes que se beneficiaram das irregularidades serão intimados pelo órgãofiscalizadorpara que comprovem as informações declaradas. Se os dados não forem confirmados, além do imposto devido, poderá ser cobrada multa de até 150% do imposto omitido. Esses contribuintes estarão sujeitos, ainda, às sanções penais previstas para os crimes contra a ordem tributária.