Notícias


Receita chega a receber 320.000 declarações em 60 minutos

UOL
Da Redação
Em São Paulo
A entrega da declaração de Imposto de Renda pela Internet chegou a registrar um pico de 320.000 envios em 60 minutos, às 14h50. Na média até esse horário, a cada hora o governo recebia entre 180.000 e 220.000 por hora. Hoje é o último dia para o contribuinte acertar as contas com o Leão.

"A tendência é aumentar mais" o ritmo de entrega pela Internet, diz o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir Figueiredo. Ele estima que a média suba para 230.000 no final da tarde e que, por volta das 19h30, o ritmo caia para 50.000.

Dos 2,5 milhões de contribuintes que deixaram para entregar no último dia, quase metade (1,3 milhão) já cumpriu a obrigação com a Receita, segundo Figueiredo.

De acordo com o órgão do governo, até agora não foi registrado nenhum sinal de lentidão ou congestionamento no sistema. Até as 13h30 de hoje, o contribuinte estava levando cerca de oito segundos para enviar sua declaração, segundo a assessoria de imprensa da instituição.

O sistema tem capacidade para receber até 3 milhões de formulários eletrônicos por dia, segundo Figueiredo.

"Mas essa é a capacidade de receber declarações ao longo do dia. Se houver acúmulo de entregas em um mesmo horário, pode haver problema", alerta o supervisor.

O contribuinte pode enviar sua declaração pela Internet até as 20h desta segunda-feira.

É possível, ainda, entregar em disquete nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, ou em formulário em papel nos Correios. Nesses casos, deve-se entregar durante o horário de funcionamento dessas instituições.

A impossibilidade de envio pela Internet devido a eventuais congestionamentos no sistema não será aceita como justificativa para prorrogação do prazo. A multa mínima pelo atraso é de R$ 165,74, podendo chegar a 20% do IR devido.

Deve declarar todo cidadão que teve rendimentos superiores a R$ 14.992,32 no ano passado.