Notícias


Quase 100% dos contribuintes declararam imposto de renda pela internet

Agencia Brasil

Brasília – A Secretaria da Receita Federal recebeu 21.610.796 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), ano-base 2005, com o registro no sistema, depois das 20 horas, de declarações que estavam paradas na internet por congestionamento na rede. Somadas às cerca de 400 mil declarações entregues nos correios em formulários de papel, serão 22.010.796 declarações.

Em entrevista coletiva, o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, defendeu a apresentação de declarações por via eletrônica. “Ela melhora a administração tributária, beneficiando o próprio contribuinte, além de reduzir custos para o governo”, disse.

Neste ano, segundo ele, 98,2% das entregas foram feitas pela internet – pelo programa da receita ou por meio de disquetes entregues em bancos e postos da secretaria. No ano passado, as declarações via eletrônica significaram 97,8% do total. A previsão de Rachid é que, no ano que vem, o índice aumente, aproximando-se dos 100%.

Segundo ele, a maior agilidade no processamento das declarações também facilita a antecipação das restituições. A expectativa é que o primeiro dos sete lotes de restituição seja liberado no dia 15 de junho. Contribuintes que apresentaram declaração no início do prazo (que começou em 1º de março) e os maiores de 65 anos (em torno de 900 mil) terão prioridade na restituição.

Ontem (27), a receita registrou recorde na média de remessas por hora pela internet, com a marca de 197.903 declarações; a média de hoje ficou em 133.624. Mas, de acordo com o secretário, a tendência de apresentar as declarações no último dia mudou. “Agora as pessoas estão correndo mais para entregar na véspera”, disse.

Neste ano, 4.651 contribuintes apresentaram as declarações na internet com certificação digital, a maioria, empresas. Rachid explicou que essa alternativa garante facilidades de acesso do contribuinte ao sistema, na medida em que ele pode acompanhar todo o processamento da declaração.

O sistema da Receita Federal estará fechado até às 8 horas de terça-feira (2). A partir daí, os retardatários poderão encaminhar normalmente a declaração do imposto pela internet. Eles vão receber uma notificação da multa pelo atraso, cujo valor mínimo é R$ 165,74 e o máximo está limitado a 20% do valor do imposto.