Notícias


Projeto contra imposto não anda no Senado

Está parado no Senado um dos projetos com maior potencial para conter a voracidade tributária do governo federal

Está parado no Senado um dos projetos com maior potencial para conter a voracidade tributária do governo federal.

O projeto é resultado da coleta de 1,55 milhão de assinaturas no país e quer tornar obrigatória a divulgação de quanto de imposto o consumidor paga na compra de um bem. O percentual de tributos no preço viria registrado na embalagem ou na nota fiscal.

O projeto foi levado ao Senado pela Frente Antiimposto, iniciativa de vários membros da sociedade civil capitaneada pelo empresário Guilherme Afif Domingos, atualmente secretário do Trabalho do governo de São Paulo.

Segundo Afif, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), havia se comprometido a tentar a aprovação do projeto, que tramita na Comissão de Defesa do Consumidor, logo após a eleição para as presidências da Câmara e do Senado, que ocorreu em fevereiro.

Isso não aconteceu até agora. Na semana passada, a Folha tentou falar com Renan sobre o assunto entre quarta e sexta-feira. Ele não retornou os pedidos de entrevista.

"Apesar da mudança do PIB, do ponto de vista prático ninguém acordou pagando menos impostos no Brasil", diz Afif. (FCZ)

 
Fonte: Folha de São Paulo