Notícias


Produtos de Páscoa têm impostos de mais de 40%

Diário do Nordeste

São Paulo. Mais de 40% do vinho e mais de 20% do preço do bacalhau e dos ovos de Páscoa é quanto pesa a carga tributária sobre os produtos da data, segundo estudo feito pela consultoria BDO RCS. Para um peixe, bacalhau ou uma colomba pascal, os impostos chegam a 21,25%. Ou seja, a cada R$ 50 gastos com a carne, cerca de R$ 10 vão para os impostos. Os ovos de chocolate registram alíquota de 26,25%. Nesse caso, de um ovo de R$ 40, R$ 10,60 seriam impostos.

Se a comemoração em família for regada a um bom vinho, 41,25% do preço serão referentes a impostos. Em uma garrafa de R$ 30, o consumidor paga mais de R$ 12 em impostos.

Tributos indiretos

No levantamento, foram considerados os tributos indiretos, que repercutem no preço final dos produtos: ICMS, IPI, Pis e Cofins. "Definimos esses tributos porque quando o empresário forma o preço, ele repassa esses impostos no preço do produto", diz Valmir Oliveira, gerente senior da BDO. Por conta disso, não foram considerados os tributos diretos porque eles incidem sobre o lucro da empresa e por isso não incidem sobre o preço, de acordo com a consultoria.

O levantamento é válido para São Paulo, já que a alíquota de ICMS considerada é a do Estado. Em outras regiões pode haver variação do total da carga. Segundo Oliveira, a carga tributária não teve grande alteração em relação ao ano passado, permancendo estável.