Notícias


Previdência começa a reconvocar quem não respondeu ao censo em junho

O Ministério da Previdência Social está reconvocado aposentados e pensionistas chamados para fazer o censo em junho (benefícios com numeração final 3).

Segundo a Agência Brasil, órgão oficial de divulgação do governo federal, de 1,5 milhão de beneficiários chamados em junho, 240.949 ainda não compareceram às agências bancárias para atualizar os dados cadastrais.

Os faltosos, com endereço válido no INSS, serão avisados por carta registrada e os outros, por editais.

Serão reconvocados por carta 172.026 beneficiários e 68.923 terão os nomes publicados em jornais de grande circulação em cada Estado.

Os aposentados e pensionistas que não responderem ao censo correm o risco de ter o pagamento suspenso.

Os documentos obrigatórios para fazer o censo são o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e um documento de identificação, que pode ser a própria Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Passaporte, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou registro de conselho profissional.

O INSS recomenda, também, que o beneficiário apresente um comprovante de residência e o Número de Inscrição do Trabalhador (NIT).