Notícias


Presos fraudadores de milhares de declarações do IR

A Secretaria da Receita Federal, por meio do seu Serviço de Inteligência, realizou hoje uma blitz em um escritório de contabilidade paulista com um mandado de busca e apreensão e prisão dos responsáveis por declarações falsas no Imposto de Renda. A operação foi feita em conjunto com o Ministério Público da União e com a Polícia Federal.

A Receita Federal, através dos diversos cruzamentos de informações, identificou em 2005 que o Escritório Contábil Nações Unidas, localizado em Itaquera, aliciava pessoas para apresentar declaração de imposto de renda com informações falsas e para receberem restituição maior ou pagar menos imposto.

No dia 23 de março de 2005, o escritório foi alvo de mandado de busca e apreensão, ocasião em que foram apreendidos diversos computadores e identificados milhares de contribuintes, cujas declarações foram encaminhadas para a malha fina.

Apesar de indiciados criminalmente, os responsáveis pelo escritório, José Patrício de Moura e Izabel Cristina Alves da Silva, continuaram fazendo declarações com informações falsas, motivo pelo qual foi solicitado um novo mandado de busca e apreensão, além da prisão do casal.