Notícias


Presente para Dia dos Namorados tem carga tributária de até 51%

Folha Online

Pesquisa da VerbaNet com 42 itens que podem ser presenteados no Dia dos Namorados aponta que a carga tributária embutida no preço final dos produtos passa de 50%.

No topo do ranking está o perfume importado, com carga de 51,71%. Segundo a pesquisa, a quantidade de tributos, neste caso, é 107,06% maior que o preço real. Ou seja, um perfume cujo valor sem tributos seja de R$ 30, custará ao consumidor final R$ 62,11.

Para a VerbaNet, “a carga tributária reduz drasticamente o poder de compra do consumidor, impedindo que a economia cresça mais porque inibe o consumo e, por conseguinte, a geração de empregos.”

O estudo, coordenado pelo contador Ernesto Dias de Souza, revela que em segundo lugar do ranking dos tributos fica com o perfume nacional, com 49,27% de carga tributária. Entre outros artigos da lista com maior carga tributária estão: conjunto de maquiagem (45,67%), relógio de pulso (43,65%), barbeador elétrico (42,44%), câmera digital de 7 megapixels (42,43%), depilador, secador de cabelo e prancha de alisar cabelos (42,44%), tocador de MP3 de 1GB (41,14%).

Ainda de acordo com o estudo, nos vestuários em geral, a cada R$ 100 gastos pelo consumidor, se o produto for nacional, a carga tributária fica em 30,96%. Se for importado, o volume de tributos varia de 40,15% a 40,23% do preço final.

“Normalmente, quando um produto é importado, a carga tributária se torna ainda maior em razão do Imposto de Importação, que além da função arrecadatória, também visa proteger o mercado nacional. Porém, em muitos casos, ficamos sabendo que compramos algo importado ao conferirmos a etiqueta em casa”, afirma.

A pesquisa da VerbaNet considera impostos como o IPI, o ICMS ou o ISS, Imposto de Importação e IRPJ e contribuições como PIS/Pasep, Cofins e CSLL.