Notícias


Preenchimento do Sped Fiscal pode demorar até 7 horas

Especialistas aconselham que arquivos sejam encaminhados, mesmo que incompletos, e retificados posteriormente

SÃO PAULO – O preenchimento do arquivo referente à Escrituração Fiscal Digital (EFD, ou Sped Fiscal) – um dos três pilares do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) — pode durar até sete horas, caso ocorram problemas de acesso. A informação foi dada recentemente pelo presidente da Easy Way do Brasil, Reinaldo Mendes, à FinancialTV.

Conforme Mendes, o tempo médio para a transmissão dos dados para o Fisco é de uma hora e meia a duas horas. O extremo de sete horas seria atingido em caso de problemas com link e conexão com a internet mais lenta.

Dessa forma, o contribuinte não deve deixar o envio para a última hora: com a proximidade do fim do prazo – o Fisco receberá a transmissão até as 23h59 desta quarta-feira (30) sem incidência de multa — a tendência é que o servidor da Receita fique sobrecarregado, gerando dificuldades de envio nos momentos finais.

Multa

De acordo com especialistas, entre 20% e 25% dos contribuintes não conseguirão fazer a transmissão em tempo.

Passado o prazo definido, o sistema continuará recebendo os arquivos – que virão com uma multa por atraso. Esse valor varia conforme o Estado e de acordo com o diretor da IOB Soluções, José Adriano Pinto, em São Paulo é de 1% do valor das operações ou prestações.

Uma saída apontada por especialistas para evitar a penalidade é a transmissão dos arquivos da maneira como estão e posterior retificação. Mas, nesses casos, vale uma ressalva: a tendência é que dados que tenham sido alterados sejam analisados com mais atenção pelo Fisco. Por isso, todo cuidado é pouco.

A forma como deve ser feita essa atualização do conteúdo também varia conforme a unidade federativa.

Confira, nos links abaixo, informações úteis para a transmissão:

Cartilha: principais dúvidas (e respostas) sobre Sped

Prazo para Sped Fiscal acaba em 15 dias; confira dicas

Sped Fiscal deve estar pronto no início de setembro, recomenda EasyWay

Sped Fiscal: o que muda em São Paulo com a portaria

Sped Fiscal: veja as regras para retificação em São Paulo