Notícias


Poupança capta R$ 24,2 bi no ano e bate recorde

ULTIMO SEGUNDO

SÃO PAULO – A captação líquida da poupança (diferença entre depósitos e retiradas) bateu recorde no ano até novembro, chegando a R$ 24,2 bilhões. O valor é quase quatro vezes o registrado em todo o ano passado, quando a captação ficou em R$ 6,5 bilhões.  

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Central. O valor captado neste ano até novembro é o maior da série histórica do Banco Central, que começa em 1995. Antes deste ano, o período com maior captação havia sido 1997, quando ficou em R$ 13,2 bilhões.

Com o ingresso de recursos no mês passado e o rendimento das poupanças existentes, o saldo de todas as cadernetas somava R$ 224,957 bilhões no fim de novembro. O valor é 20% maior que o saldo das cadernetas no final de 2006.

A poupança terminou o mês de novembro com captação líquida de R$ 2,717 bilhões. O valor é 50,3% maior que o saldo positivo registrado em outubro.

Conforme dados do Banco Central, novembro foi o 15º mês seguido de captação líquida positiva da poupança, o maior período ininterrupto desde o início do Plano Real (julho de 1994).

No decorrer de novembro passado, foram registrados depósitos de R$ 89,724 bilhões e retiradas que somaram R$ 87,006 bilhões. Houve, ainda, rendimento das cadernetas existentes de R$ 1,144 bilhão. No ano, a captação líquida da poupança acumula R$ 24,244 bilhões.