Notícias


Pedidos de falência caem 31,8% no 1º trimestre de 2008

Fonte: Redação Terra

O Indicador Serasa de Falências e Recuperações, divulgado hoje, apontou queda de 31,8% nos pedidos de falência requeridos no primeiro trimestre de 2008. A comparação é em relação aos três primeiros meses de 2007. Segundo o estudo, os pedidos passaram de 760, no ano passado, para 518 este ano.

O relatório apontou ainda que as falências decretadas caíram 26,6% no mesmo período, passando de 346, nos três primeiros meses de 2007, para 254 no mesmo período deste ano.

Já os pedidos de recuperação judicial aumentaram 3,2% nos primeiros três meses de 2008. Ao todo, foram requeridas 64 recuperações judiciais, antes 62 solicitadas no mesmo período de 2007.

As recuperações judiciais aprovadas foram 43 no período de janeiro a março, contra 47 no acumulado dos mesmos meses de 2007, uma queda de 8,5%. Em relação às concessões de recuperação judicial, houve 1 evento no primeiro trimestre deste ano, contra 2 concedidos no ano passado, o que representa um recuo de 50%.

De acordo com os técnicos da Serasa, a retração do número de falências decretadas é conseqüência, além da nova legislação, que possibilitou que as empresas entrassem com o pedido de recuperação judicial no lugar de solicitarem falência, da expansão da atividade econômica; do avanço do crédito; do menor nível das taxas de juros; do aumento dos prazos de pagamentos; e da melhora da renda agrícola.

Já o aumento das recuperações judiciais requeridas se deve, segundo os técnicos da Serasa, principalmente à nova legislação. Além disso, dizem eles, parte desse comportamento pode ser reflexo do aumento de 4,7% na inadimplência das empresas no primeiro bimestre de 2008, dado apontado pelo Indicador Serasa de Inadimplência Pessoas Jurídicas.