Notícias


País deixará de arrecadar R$ 173 milhões com redução de IPI para eletrodomésticos

Agência Brasil – ABr

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre geladeiras, máquinas de lavar, fogões e tanquinhos representará uma renúncia fiscal de R$ 173 milhões durante os três meses de vigência das novas alíquotas. No início da tarde, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou as mudanças na cobrança do IPI sobre os eletrodomésticos da chamada linha branca.

A alíquota de geladeiras cairá de 15% para 5%; de fogões, de 5% para 0%; de máquinas de lavar, de 20% para 10%; e de tanquinhos, de 10% para 0%. De acordo com Mantega, as mudanças foram publicadas no dia (17) em edição extra do Diário Oficial da União.

A medida, segundo o ministro, visa a reduzir os preços dos produtos e beneficiar os consumidores, além de garantir empregos no setor. Para isso, o governo decidiu também ampliar o volume de crédito destinado a empresas da linha branca, com a expectativa de aumentar a venda desses produtos.

Antes da entrevista coletiva em que anunciou as mudanças, Mantega se reuniu com representantes de centrais sindicais, de grandes redes varejistas e produtores da linha branca. De acordo com o ministro, os empresários assumiram o compromisso de não demitir trabalhadores do setor.

Mantega disse ainda que em breve o governo vai lançar um programa de substituição de geladeiras velhas e poluentes. "É um programa com preocupação com o meio ambiente."