Notícias


MP que transfere Coaf para o Banco Central pode ser votada hoje

CÂMARA DOS DEPUTADOS









A comissão mista que analisa a MP do Coaf se reúne hoje para analisar o parecer do relator, deputado Reinhold Stephanes Junior (PSD-PR). O texto foi lido na semana passada, mas a votação foi adiada por causa do início da sessão do Congresso Nacional.

Em seu parecer, o relator propõe o restabelecimento do nome do órgão, voltando a chamá-lo de Coaf, e também altera a estrutura organizacional determinada pela MP.

A Medida Provisória 893/19 transforma o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão vinculado ao Ministério da Economia, em Unidade de Inteligência Financeira (UIF). Pelo texto, a unidade será vinculada administrativamente ao Banco Central, com autonomia técnica e operacional; e será composto por no mínimo 8 e no máximo 14 conselheiros.

Coaf
Criado em 1998, o Coaf tem como missão produzir inteligência financeira e promover a proteção dos setores econômicos contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo.

Historicamente, o Coaf sempre foi ligado ao Ministério da Fazenda, que teve o nome mudado para Ministério da Economia, quando Jair Bolsonaro assumiu a Presidência da República no início deste ano.

Hora e local
A reunião da comissão mista, que é presidida pelo senador José Serra (PSDB-SP), está marcada para as 14h30, no plenário 19 da ala Alexandre Costa, no Senado.

Depois de aprovado pelo colegiado, o relatório deve ser votado pelos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado até o dia 17 de dezembro. Caso a MP não seja aprovada nesse prazo, todos os atos perdem a validade.

Da Redação – MB
Com informações da Agência Senado