Notícias


Medo da crise faz vendas do varejo crescerem 9% em um ano

Consumidores antecipam compras diante da perspectiva de aumentos de preços por causa do câmbio, diz IBGE

Jacqueline Farid, da Agência Estado

RIO – As vendas do comércio varejista subiram 9,4% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo divulgou nesta terça-feira, 18, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o técnico da coordenação de serviços e comércio do instituto, Reinaldo Pereira, o ótimo desempenho nas vendas varejistas de móveis e eletrodomésticos e equipamentos de informática no mês pode estar relacionado a uma antecipação de compras dos consumidores, diante da perspectiva de aumentos de preços por causa do câmbio.

 

As vendas de móveis e eletrodomésticos aumentaram 3,1% em setembro ante agosto e 21,3% na comparação com setembro do ano passado. No caso de artigos de informática, houve expansão de 6,9% ante agosto e de 50,6% comparativamente a igual mês de 2007.

Segundo Pereira, além da possível antecipação de compras, o desempenho desses setores continua impulsionado pelo aumento da renda, a continuidade da oferta de crédito e a estabilidade ou redução de preços desses produtos.

 

Todas as dez atividades do varejo pesquisadas pelo IBGE mostraram resultados positivos em todas as bases de comparação.

 

Em setembro ante agosto, as vendas subiram 1,2%, na série com ajuste sazonal. Neste caso, o resultado veio dentro das expectativas (de -0,30% a 4,40%) e acima da mediana de 0,95%. No ano, as vendas do comércio acumulam alta de 10,4% e em 12 meses, de 10,3%.

 

A atividade de hiper,supermercados, produtos alimentícios e bebidas, que tem o maior peso na pesquisa, registrou aumento nas vendas de 0,6% em setembro ante agosto e de 1,4% ante setembro de 2007.

 

Já o índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista registrou um aumento de 0,80% no trimestre encerrado em setembro, ante o terminado em agosto. Em agosto, o índice havia sido de 0,79%.