Notícias


Maioria dos executivos não se sente preparada para Sped

FINANCIAL WEB

Estudo da Deloitte aponta que apenas 17% das companhias estão aptas para implementação da próxima etapa

SÃO PAULO – A maioria dos executivos, 60,2%, não se sente preparada para totalmente para a implementação da próxima fase do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), que envolve a segunda geração da Nota Fiscal Eletrônica(NF-) e, envio de informações de folha de pagamento, financeiras e solicitadas por agências reguladoras. Os dados fazem parte de um levantamento da Deloitte, realizado durante o evento "O Sped e a convergância contábil e fiscal", na última quinta-feira (3), com cerca de 150 participantes do mercado.

Do total de entrevistados, apenas 17,6% acreditam estar aptos a seguir para a segunda fase do Sped. Dentre os desafios apontados, a implementação do sistema, incluindo gestão de risco e processos, foi o principal entrave, totalizando 63,2% das respostas. O segundo maior problema apurado foi a compreensão e conversão de aspectos contábeis e tributários, com 32,5%.

"Muitos executivos acharam que a transição seria simples e imediata. Só quando a Receita Federal divulgou o projeto completo perceberam que era bem mais complicado, desembolsando recursos na casa dos milhões de reais com treinamentos e sistemas", afirmou José Othon de Almeida, sócio da Deloitte responsável pelo Sped. Segundo o executivo, uma empresa de grande porte acompanhada pela consultoria chegou a gastar R$1 milhão com a implementação.

"O Sped é um sistema muito dinâmico, que requer qualidade da informação e revisão de processos, o que não faz parte da cultura das empresas brasileiras", analisou. "É importante aproveitar a oportunidade não só para se adequar às regulamentações, mas para reavaliar e maximizar os processos internos, com ganhos efetivos de produtividade e transparência", complementou.

Segundo dadosapresentados pelacompanhia, até o dia 30 de setembro, 28 mil empresas entregaram os arquivos do Sped Fiscal. Em 30 de junho, 7,1 mil dos contribuintes entregaram mais de 43 mil arquivospelo Sped Contábil. Já até o dia 1º de dezembro, 567,7 milhões de notas fiscais eletrônicas (NF-e) foram aprovadas pela Receita, movimentando R$ 7,32 trilhões.

Leia mais:

Receita anuncia novidades para Sped Fiscal e Contábil

FinancialTV: principal erro do Sped é falta de atenção

Quase 90% têm dúvidas sobre dados enviados pelo Sped

Mais da metade não sabe se precisa aderir à NF-e

Índice de retificação do Sped chega a 30%