Notícias


Lula elogia momento da economia e diz que há espaço para queda de juros

G1

Próxima reunião do Copom será nos dias 1º e 2 de setembro.
‘É desejável e possível cortar mais’, disse presidente sobre os juros.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira (12), durante cerimônia na Confederação Nacional da Indústria (CNI), que o Brasil tem o seu menor patamar de juros básicos e que há espaço para novas reduções da taxa Selic.

No mês passado,o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) cortou em 0,5 ponto percentual a taxa básica de juros da economia, para8,75% ao ano, a menordesde o início da série histórica, em1996.

“Seria um equívoco imaginar que o fluxo de capital estrangeiro reflete apenas o lado da especulação financeira. Temos o menor patamar de juros da história do nosso país e é desejável e possível cortar mais”, disse Lula para a platéia de empresários.

A próxima reunião doCopomestá marcada para os dias 1º e 2 de setembro. O presidente recebeu da CNI a medalha da “Ordem do Mérito Industrial” por sua contribuição para a economia.

Lula disse no discurso que o Brasil tem o segundo menor déficit fiscal do mundo, numa lista das 43 principais economias do planeta. Ele ressaltou que é um grande índice diante dos déficits da Europa e dos Estados Unidos.

Ele também ressaltou as medidas tomadas pelo governo para enfrentar a crise financeira internacional. “O Brasil emerge da pior crise mundial desde 1929 com um grande patrimônio de credibilidade. O fato é que o ciclo de ajuste da nossa economia foi concluído. As curvas do emprego e a da atividade industrial indicam a volta do crescimento. Preservamos a renda e o consumo das famílias no pior momento e garantimos, assim, o oxigênio do comércio e das vendas”, afirmou.