Notícias


Lojas vão bancar desconto de IPI não prorrogado

Grandes redes de varejo decidiram manter o benefício da redução do IPI sobre aparelhos menos eficientes no consumo de energia até terminarem os estoques.
Agencia Estado
SÃO PAULO-Grandes redes de varejo especializadas em eletrodomésticos e também os hipermercados decidiram manter o benefício da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre geladeiras, fogões e máquinas de lavar menos eficientes no consumo de energia até terminarem os estoques. O governo prorrogou ontem a redução integral do IPI a partir de 1º de novembro até 31 de janeiro de 2010 apenas para os eletrodomésticos que levam o selo Procel classe A.
Mas, como as lojas tinham comprado um volume maior de produtos temendo que o corte do IPI que acaba no dia 31 fosse retirado de todas as categorias, o varejo tem condições de bancar os preços menores para os itens que ficarão de fora da nova regra a partir de 1º de novembro.

O Wal-Mart, Carrefour, Casas Bahia, Lojas Insinuante, Extra e Ponto Frio, por exemplo, vão manter os preços sem IPI integral enquanto tiverem produtos comprados da indústria sem o IPI. A rede de hipermercados Wal-Mart calcula que terá produtos para bancar as promoções por cerca de um mês. Ramatis Rodrigues, vice-presidente do Grupo Pão de Açúcar, que reúne as redes Extra e Ponto Frio, calcula que tem produtos já adquiridos para manter as promoções até o fim do ano.