Notícias


Justiça aceita denúncia contra dona da loja Daslu

A Justiça Federal aceitou na terça-feira a denúncia do Ministério Público e abriu processo contra a dona da Daslu, Eliana Tranchesi, e mais seis pessoas. O grupo é acusado pelos crimes de formação de quadrilha, descaminho aéreo consumado e descaminho aéreo tentado (fraude em importações) e falsidade ideológica.
A denúncia foi oferecida na semana passada pelos procuradores da República Matheus Baraldi Magnani e Jefferson Aparecido Dias. A soma das penas previstas para Eliana chega a 21 anos de prisão.

Além de Eliana, os outros denunciados são o irmão de Eliana Tranchesi, Antonio Carlos Piva de Albuquerque, diretor financeiro da loja, e mais cinco donos de importadoras usadas no esquema de importação fraudulenta: Celso de Lima (Multimport), André de Moura Beukers (Kinsberg), Roberto Fakhouri Junior e Rodrigo Nardy Figueiredo (Todos os Santos)