Logo Leandro e CIA

JP tem cerca de 30 postos de combustíveis desativados com risco de explosão

Publicado em:

O NORTE ONLINE

A cidade de João Pessoa possui cerca de 30 postos de combustíveis desativados que representam risco de explosão. O Ministério Público vai realizar uma audiência no próximo dia 24, às 15 horas, para discutir o problema. A denúncia foi feita através do jornal O Norte na edição da última sexta-feira, dia 5, em matéria assinada pela jornalista Thaís Cirino.

O promotor de Justiça do Cidadão, Valberto Lira, informou que recebeu denúncias por parte do Corpo de Bombeiros que os postos desativados representam risco de vida para muitas pessoas. Ele contou que recebeu informações do Sindpetro que cerca de 30 postos estão desativados.

O objetivo da audiência é discutir uma ação conjunta para responsabilizar os proprietários de postos de gasolina desativados que não tomaram as devidas precauções em relação às bombas de abastecimento e aos tanques de combustíveis.

Valberto Lira relatou que o objetivo da ação é prevenir acidentes e tragédias. “A falta de cuidado por parte dos donos de postos de gasolina em relação aos tanques e às bombas constitui um permanente risco para as pessoas que moram nas vizinhanças e até mais distantes destes locais, devido ao acúmulo de gases que se formam".

O promotor acrescentou que "muitas vezes, esses locais são utilizados para outras atividades e até como ‘dormitórios’ de pessoas que vivem nas ruas e que, sem saberem, podem provocar uma tragédia, pelo simples fato de acender um fósforo”.

A reunião acontecerá na Promotoria de Justiça do Cidadão e terá a participação de representantes da Diretoria de Atividade Técnica do Corpo de Bombeiros, com a Defesa Civil de João Pessoa, do Sindicato de Postos de Gasolina (Sindpetro) e com a Superintendência de Administração do Meio Ambiente do Estado da Paraíba (Sudema).

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: