Notícias


IR de férias vendidas sai neste ano

O Globo

SÃO PAULO – O funcionário que vendeu dez dias de férias em 2008 vai receber de volta o valor descontado já na restituição do Imposto de Renda deste ano. A Receita Federal publicou nesta segunda-feira, no Diário Oficial da União, novas normas para o preenchimento da Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) e do Comprovante Anual de Rendimentos Pagos ou Creditados, que vão agilizar a devolução do dinheiro.

Agora, as empresas são obrigadas a incluir o abono de férias no campo "Rendimentos isentos", e não mais em "tributáveis". A medida livra os trabalhadores de uma lista de burocracias, pelo menos em relação aos descontos de 2008. "Sem dúvida, vai facilitar muito. A empresa entregará o informe de rendimentos onde já consta a isenção. O contribuinte não terá trabalho extra para conseguir a devolução", explica Juliana Ono, consultora tributária da FiscoSoft.

Com o informe de rendimentos de 2008 em mãos, basta fazer a declaração do IR e esperar pela restituição, que em 2009 será mais generosa.

"De qualquer forma é vantajoso. Com o acréscimo dos valores, ou o contribuinte receberá mais, ou terá diminuído o valor a pagar", afirma Sebastião Gonçalves dos Santos, do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo.

Simulações feitas por Santos mostram que um trabalhador com salário de R$ 1.500 teria direito a receber R$ 33,41 referentes ao imposto descontado dos dez dias de férias vendidos. Para quem recebe R$ 2.500, o valor salta para 153,75; e quem ganha R$ 3.500, a restituição chega a R$ 380,78.