Notícias


INSS usa gestão contra filas

Ministro da Previdência quer apresentar resultados da medida até maio de 2006

BRASÍLIA – O governo começa hoje a colocar em prática um modelo de gestão que pretende reduzir as filas nos postos de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Segundo o Ministério da Previdência, o sistema será implantado em 65 unidades do país, sendo 30 agências e 35 gerências.

De acordo com o ministro da Previdência, Nelson Machado, o objetivo é de reduzir as filas e melhorar a prestação de serviços para a população. Além de reduzir filas, o programa também prevê maior rapidez nos processos de análise de solicitação de benefícios.

Segundo o ministro, o programa produzirá efeitos práticos até maio de 2006.

– O programa está inserido na missão do governo de reduzir filas e melhorar o atendimento ao beneficiário – disse Machado.

O ministro disse ainda que, além da aquisição de novos computadores para as agências da Previdência, o ministério está trabalhando na ampliação e modernização da rede de tecnologia da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social).

Na quarta-feira, o INSS anunciou a suspensão, por 30 dias, das operações de crédito consignado por meio de cartão de crédito. A decisão foi tomada para atender uma recomendação feita pelo Conselho Nacional de Previdência Social, que entendeu que a modalidade do cartão de crédito pode causar alto endividamento dos aposentados e pensionistas da Previdência Social, causando um comprometimento da renda.