Notícias


Incêndio no INSS não vai atrasar benefícios, diz ministro

Da Redação
Em São Paulo

Ao fazer uma avaliação dos danos provocados pelo incêndio desta terça-feira que destruiu pelo menos cinco dos dez andares do prédio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Brasília, o ministro da Previdência Social, Nelson Machado, garantiu que os 23 milhões de beneficiários do INSS não serão prejudicados.

Em entrevista coletiva, o ministro assegurou que o pagamento dos benefícios será feito normalmente de acordo com calendário inicial. A informação é da Agência Brasil, órgão oficial de divulgação do governo federal.

Segundo ele, não havia área de atendimento a beneficiários no prédio. “A partir da segunda-feira, todos os pagamentos serão feitos normalmente”, afirmou. Machado comentou ainda que a folha de pagamento dos funcionários do órgão também ficará em dia.

O ministro concedeu a entrevista após se reunir com diretores do INSS para avaliar as perdas e discutir as providências a serem tomadas. Nelson Machado considerou o incêndio “uma tragédia”. Não houve vítimas.

Segundo ele, os prejuízos são grandes sob os aspectos materiais e organizacionais. “Aquele é um prédio administrativo, onde estava toda a estrutura de comando e coordenação do INSS”, afirmou.

Machado disse esperar que até o fim da próxima semana o trabalho esteja normalizado, “para recuperar os prejuízos que seguramente advirão dessa tragédia”.