Notícias


Impostos do setor hoteleiro serão reduzidos

Gazeta Mercantil

São Paulo, 4 de setembro de 2007 – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou hoje medidas que vão diminuir os impostos pagos pelo setor hoteleiro. Uma delas é a redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre fechaduras eletrônicas, muito usadas em hotéis, de 10% para 5%.

Além disso, as empresas do setor poderão informar na declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica a depreciação acelerada (desvalorização de acordo com o tempo de uso) de bens móveis, o que reduz gradativamente o imposto a pagar.

Ao participar do lançamento do programa "Viaja Mais – Melhor Idade", em Brasília, Mantega destacou o desenvolvimento do setor e suas perspectivas.

"O Brasil tem grande potencial de crescimento turístico e só agora começou a aproveitar", disse Mantega.

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, lembrou que a cada R$ 20 mil investidos no setor é gerado um posto de trabalho. Já na indústria, são necessários R$ 120 mil para a criação de um emprego.

"Cada tostão colocado ali (turismo) representa incríveis resultados para a economia do país ", ressaltou Marta.

De acordo com o Ministério do Turismo, foi produzido material de orientação e promoção, distribuído a cerca de 1.500 participantes do programa, em cursos preparatórios.

Para Mantega, o desempenho do setor está sintonizado com o crescimento econômico.

"Esse crescimento está sendo estimulado pelo aumento do emprego e da renda. Está implicando no aumento da massa salarial e depende também da ampliação expressiva do crédito". (Redação – JB OnLine)