Notícias


Impostômetro chega aos primeiros R$ 100 bilhões de 2008

G1 o portal de notícias da Globo

Valor representa total pago pelos brasileiros em impostos desde 1º de janeiro.
Aparelho é utilizado pela Associação Comercial de SP para medir a carga tributária

Na madrugada desta terça-feira (5) de carnaval, o Impostômetro, aparelho utilizado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) para medir a carga tributária no Brasil, alcançou R$ 100 bilhões. O valor representa o total pago pelos brasileiros em impostos municipais, estaduais e federais desde 1º de janeiro deste ano.

Em 2007 este valor foi alcançado cinco dias mais tarde, em 10 de fevereiro. Em 2006, foi no dia 12 de fevereiro.

Desde abril de 2005, o Impostômetro mostra a arrecadação de impostos em tempo real. No último dia de 2007 o painel marcou R$ 921 bilhões, em 2006 totalizou R$ 812,7 bilhões e em 2005, R$ 731,8 bilhões.

Segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, a antecipação dos dias para alcançar o mesmo valor dos anos anteriores confirma que a arrecadação de impostos só tem crescido nos últimos anos.

Pela internet é possível acompanhar os totais de impostos pagos pelos brasileiros nos anos anteriores, visualizar o pagamento por estado e comparar as arrecadações. Outra possibilidade é verificar o quanto todos pagam no ano, no mês, no dia e a cada hora, minuto e segundo.

O pagamento de cada tributo, como Cide, Cofins, CPMF, CSLL, FGTS, Fundaf, ICMS, IR, IPI, ITR, PIS/PASEP e muitos outros pode ser visto individualmente. Comparações sobre o que é possível fazer com este dinheiro também são possíveis.

O Impostômetro está instalado no prédio da ACSP, na Rua Boa Vista, 51, Centro de São Paulo, e também pode ser visualizado na internet, no endereço eletrônico http://www.impostometro.com.br.