Logo Leandro e CIA

Hillary surpreende em conferência ao dizer que carga tritutária contribui para progressos no Brasil

Publicado em:

Agência Brasil

Luiz Antônio Alves
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, surpreendeu hoje (12) os ministros e os diplomatas de países latino-americanos, dos Estados Unidos e do Canadá que participam, em Washington, da 40ª Conferência das Américas, ao afirmar que a carga tributária do Brasil é um dos fatores que contribuem para os recentes progressos do país. Hillary disse que em muitos outros países a relação entre a arrecadação de impostos e o Produto Interno Bruto (PIB) está entre as mais baixas do mundo, "o que é insustentável".

A secretária de Estado afirmou que "tenho conversado com meus colegas no continente e com chefes de Estado e de governo sobre a necessidade de aumentar a arrecadação dos governos – e isso é apenas outra maneira de dizer impostos". Segundo Hillary Clinton, "se olharmos para a relação entre a arrecadação e o PIB no Brasil, é uma das mais altas do mundo. Não é por acaso que o Brasil está crescendo e começando a reduzir as desigualdades em sua sociedade, que é grande e complexa. Mas eles estão fazendo progressos".

As declarações de Hillary, de acordo com a BBC Brasil, foram comentadas pelo representante do governo brasileiro na conferência em Washington, o secretário geral do Itamaraty, Antônio Patriota. Ele disse que "foi interessante ouvir a secretária [Hillary] Clinton dizer que uma das vantagens do sistema brasileiro é uma taxa de arrecadação muito alta em comparação com a de outros países”.

De acordo com o secretário, "isso não é necessariamente visto como uma vantagem pelo povo brasileiro. Muitos no Brasil pensam que devemos simplificar os impostos", afirmou Patriota. "Esse será um dos desafios a serem enfrentados pelo novo presidente, quem quer que seja eleito em outubro".

Edição: Aécio Amado

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: