Notícias


Governo acaba com isenção de IR sobre remessa para gasto no exterior

O TEMPO

 

 

 

O imposto retido na fonte nesses casos é de 25% a partir de 2016

O governo federal decidiu não renovar a isenção de Imposto de Renda (IR) para remessas de até R$ 20 mil por mês ao exterior destinadas a gastos pessoais ou de dependentes e funcionários.

A isenção, que vigorou de 2011 a 2015, valia para o dinheiro que fosse utilizado por brasileiros no exterior em viagens de turismo, negócios e com fins educacionais, científicos ou culturais, por exemplo.

O imposto retido na fonte nesses casos é de 25% a partir de 2016. Para operadoras e agências de viagem, havia uma isenção de até R$ 10 mil ao mês por despesa com passageiro, que também acabou em 31 de dezembro do ano passado.

A renovação da isenção dependia de uma nova lei do governo federal.