Logo Leandro e CIA

Furlan quer ampliar medidas de desoneração

Publicado em:

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MIDC), Luiz Fernando Furlan, disse que pretende implementar novas medidas para melhorar a competitividade das empresas, depois de reiterar sua preocupação com a política cambial – segundo nota do Valor Econômico.

Furlan afirma que a baixa de tarifa de importação – oficializada na terça-feira (07/03) no Diário Oficial, mas decidida há 10 dias pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) – para dez produtos dará mais competitividade à agricultura porque são quase todos insumos de produção. Ele deixou claro, porém, que é preciso fazer mais para atenuar o problema cambial. ” Para o câmbio não há solução única, é preciso de conjunto de medidas”, disse.

Uma nova rodada de baixa de alíquotas de importação não se repetirá a curto prazo, segundo Furlan. O ministro disse, porém, que a continuação da baixa tributária para bens de produção é uma de suas prioridades este ano. De acordo com ele, os próximos beneficiados devem ser os veículos de carga, com redução de impostos e facilidades de financiamento. A medida deve ter impacto positivo na logística, no meio ambiente e na segurança das estradas.

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: