Logo Leandro e CIA

Feriados causarão perda de R$ 155,6 bi em 2009

Publicado em:

Tribuna da imprensa online

Os feriados de 2009 vão responder por uma perda de R$ 155,6 bilhões para o País, ou o equivalente a 5% do Produto Interno Bruto (PIB). A estimativa é de um estudo elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que fez o cálculo baseado na perda de um PIB diário quando a folga cai num dia útil. Este ano, serão 12 feriados nacionais, sendo 11 em dias úteis. No ano passado, a Firjan estima que o prejuízo foi de R$ 105,1 bilhões, com oito folgas no meio da semana.

O levantamento da Firjan mostra que somente no Estado de São Paulo as perdas em 2009 com os feriados serão de R$ 50,5 bilhões, ou 4,8% do PIB paulista. Ano passado, o prejuízo foi de R$ 34,5 bilhões. No Estado do Rio de Janeiro, a estimativa é de R$ 23,1 bilhões a menos com as folgas deste ano, o que equivale a 5,5% do PIB fluminense. Em 2008, a Firjan calcula que a perda para o Rio foi de R$ 15,9 bilhões, ou 4,1% do PIB estadual.

“A gente não tem como saber com exatidão a perda em termos de atividade produtiva. O que a gente faz é chegar a uma aproximação que é o valor de um PIB diário, que seria o valor máximo que essa perda pode alcançar”, afirma a diretora Desenvolvimento Econômico da Firjan, Luciana de Sá. De acordo com ela, a ideia é tentar coibir a criação de mais feriados ou a transformação de datas comemorativas em folgas nacionais ou estaduais.

Nesse sentido, Luciana diz que o estudo da Firjan foi encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e para a Câmara de Vereadores. “Nessa conta a gente levou em consideração os feriados estaduais. O resultado surpreendeu bastante. Isso equivale dizer que a gente perderia um PIB a cada 20 anos por conta dos feriados caírem durante a semana”, diz Luciana. Ela ressalta que as estimativas foram feitas a partir do PIB de 2007 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com as projeções de crescimento do Boletim Focus, do Banco Central.

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: