Notícias


Fábricas de água e refrigerante são novo alvo da Receita

A Receita Federal vai aumentar a fiscalização sobre fábricas de água e refrigerante, seguindo as medidas tomadas em 2004, quando apertou o cerco ao setor de cervejas.

Até o dia 31 de janeiro, os fabricantes terão que apresentar ao Fisco informações como a capacidade instalada de produção em litros e o número de estabelecimentos responsáveis pelo envasamento das bebidas.

Com base nesses dados, os fiscais definirão as regras para instalar medidores de vazão nas fábricas e acompanhar a produção das empresas – o que dificulta a sonegação tributária.

No setor de cervejas, os medidores são obrigatórios nas fábricas que produzem mais de 5 milhões de litros por ano e foram instalados em julho do ano passado. A medida provocou em uma das empresas um aumento de 43% no pagamento de impostos.

“Queremos fazer o mesmo acompanhamento com o setor de refrigerantes e água”, afirmou ao jornal O Globo o coordenador de fiscalização substituto da Receita Federal, Flávio Antônio Araújo.