Notícias


Exportações e importações terão recorde histórico, diz Funcex

Nas exportações, segundo dados preliminares, o crescimento deve ficar em 25,6% em relação ao mesmo mês de 2005, enquanto as importações devem aumentar 31,4%.

Jacqueline Farid

RIO DE JANEIRO – As exportações e as importações alcançarão um recorde histórico em março, porém as compras crescerão em ritmo maior. Foi isso o que afirmou a Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex) nesta quinta-feira, detalhando que as vendas externas alcançarão US$ 11,6 bilhões no mês, enquanto as compras chegarão aos US$ 7,8 bilhões.

Nas exportações, segundo dados preliminares, o crescimento deve ficar em 25,6% em relação ao mesmo mês de 2005, enquanto as importações devem aumentar 31,4%.

O boletim de comércio exterior da instituição destaca que a média diária de exportações em março, até a quarta semana, ficou em US$ 505 milhões, enquanto as importações estavam em US$ 337,5 milhões. Segundo a Funcex, estes números levarão a um saldo comercial de US$ 3,85 bilhões no mês, cerca de US$ 500 milhões acima do mesmo mês do ano passado, o que fará com que o superávit acumulado em 12 meses suba para US$ 46 bilhões.

A fundação ressalta que espera para o acumulado do ano um crescimento em torno de 10% para as exportações (que iriam para US$ 130 bilhões) e de cerca de 18% para as importações (alcançando US$ 87 bilhões), o que implicaria um superávit de US$ 43 bilhões.

Apesar dos resultados positivos, segundo a Funcex, tanto as exportações quanto as importações continuam apresentando tendência de queda quando se consideram as taxas de crescimento acumuladas em 12 meses.