Logo Leandro e CIA

Evite multa. Entregue a declaração mesmo incompleta.

Publicado em:

Com o fim do prazo final para a entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física nesta sexta-feira, 28, os contribuintes que deixaram para a última hora podem ter problemas com congestionamento no site da Receita Federal. “No ano passado a situação começou a complicar na quinta-feira, depois das 9 horas. Contudo, o grande pico ficou mesmo para o último dia, sexta-feira”, diz o gerente executivo do site Financeiro24Horas.com, Reinaldo Domingos.

Uma alternativa que pode facilitar a vida do contribuinte é entregar a declaração em disquete, para isto devem observar o horário de expediente bancário. Domingos sugere que, caso o contribuinte perceba que não conseguirá todas as informações dentro do prazo, uma alternativa é a entrega do material incompleto e depois realizar uma declaração retificatória.

“O contribuinte que recorrer a esta alternativa tem que tomar muito cuidado e analisar bem as informações apresentadas. Ele não poderá alterar o modelo de declaração escolhida, se completa ou simplificada.” Ao contrário do que muitos pensam, a entrega desta forma não significa que a declaração irá automaticamente para a malha fina.

Segundo Domingos, mesmo com as dificuldades o contribuinte tem que insistir no envio, caso não consiga entregar a declaração terá que pagar a multa de no mínimo R$ 165,74 e máximo de 20% sobre o imposto devido, mais juros de mora de 1% ao mês.

O nervosismo dos contribuintes no período de preenchimento da declaração de ajuste anual do imposto de renda das pessoas físicas ocorre, principalmente, por eles não se atentarem ao fato da declaração ser, como o próprio nome diz, apenas um ajuste das movimentações de pagamentos de impostos que são feitas mensalmente.

“Os contribuintes devem mudar a cultura de deixar para fazer a declaração na última hora. O correto é que essa preocupação seja no mínimo mensal. O que é entregue no final de abril é apenas um ajuste de tudo o que foi feito durante o ano. Se o contribuinte tiver esse cuidado praticamente impossibilita problemas com a malha fina da Receita Federal”, diz Domingos.

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: