Notícias


Empresas se capacitam para operar sistema digital da Receita

Agência Sebrae de Notícia

A Escrituração Fiscal Digital (EFD) Pis/Cofins será detalhada por auditor da Receita Federal do Brasil para evitar envio incorreto de informações e possíveis multas

Valdívia Costa

João Pessoa – O proprietário da rede de supermercados Irmãos Cantalice, José Willame de Araújo, está com dificuldades para operar o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped). O software da Receita Federal, em vigor desde 2009, impôs a substituição da escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital (ECD) por todas as empresas tributadas pelo lucro real. “Eu ainda estou com pendências com a Receita, por não ter aprendido a operar o programa”, contou. Segundo Willame, assim como ele, muitos empresários têm dificuldades com o novo sistema.

Outro empresário do ramo varejista, Gustavo Borges de Oliveira, da rede Compre Mais, também está confuso quanto às regras do sistema. “Em supermercados, temos uma quantidade muito grande de itens. Chego a catalogar quatro mil produtos. Cada um é registrado de uma maneira diferente”, declarou.

Willame e Oliveira pretendem assistir à palestra do auditor da Receita Federal, Jonathan José Formiga de Oliveira, em Campina Grande (PB). Ele explicará como evitar a multa de R$ 5 mil pela falta de envio do documento à Receita. O evento será realizado pelo Sebrae na Paraíba, nesta quinta-feira (26).

Segundo a gestora do projeto Comércio Varejista de Supermercados do Sebrae, Maria de Lourdes Machado Ribeiro, apesar de o sistema ter entrado em vigor há três anos, ainda existem muitas dúvidas. Segundo ela, são esperados para o evento 100 empresários de redes de supermercados e núcleos de contadores.

Serviço:
Sebrae na Paraíba: (83) 2108.1218
www.pb.agenciasebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800