Notícias


Empresas abrem caminho para nota fiscal eletrônica

A nota fiscal em papel está com os dias contados. A Receita Federal autorizou, este mês, as empresas a emitirem notas fiscais eletrônicas, e espera que, num prazo de 5 anos, o papel não seja mais utilizado. As dez mil maiores empresas do País serão obrigadas a adotar o novo sistema no próximo ano. Essas empresas representam 80% da arrecadação de impostos federais e emitem grandes volumes de notas fiscais.

“As grandes empresas vão divulgar esta percepção de que é vantajoso para as empresas. Por isso, acho que vai ser rápida a adesão ao sistema digital. Esse processo não deve levar cinco anos”, disse o secretário adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo Cardoso.

O Fisco já disponibilizou para todos os estados um portal na sua página na Internet, para onde são enviadas eletronicamente as notas fiscais. As empresas devem pedir o cadastramento no Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) às Secretarias Estaduais de Fazenda. Os documentos eletrônicos serão padronizados e enviados a um único banco de dados, o Sped.

Por enquanto, as primeiras notas eletrônicas estão sendo emitidas em vendas de empresas para empresas. Mas já está permitida a sua emissão para o consumidor final.

Entre as empresas que já aderiram ao programa estão a AmBev, Kaiser, Banco do Brasil, Ultragaz, Eurofarma Lab, Ford, General Motors, Gerdau, Disal, Petrobras, Pirelli, Redecard, Robert Bosh, Sadia, Siemens, Souza Cruz, Telefônica, Toyota, Usiminas, Variglog, Volkswagen e Wickbold.