Logo Leandro e CIA

Desemprego na Europa é o maior em doze anos

Publicado em:

Último Segundo/IG

Na contramão, Alemanha divulgou menor taxa de desocupação dos últimos 18 anos; inflação na zona do euro subiu 1,9% em novembro

O desemprego na zona do euro subiu para 10,1% em outubro, comparado a 10% em setembro, segundo informações divulgadas nesta terça-feira pela Eurostat. Essa é a maior taxa de desocupação desde de julho de 1998. O número de desempregados aumentou em 80 mil, para 15,95 milhões.

O resultado se deve, principalmente, ao maior número de desempregados na Itália, a terceira maior economia do bloco – de 8,3% para 8,6%.

Na França, segunda maior economia da zona do euro, a taxa de desemprego teve leve recuo, de 9,9% para 9,8%. Na Espanha, a taxa de desocupação ficou estável em 20,7%.

Mais cedo, a Alemanha divulgou que o número de pessoas sem trabalho no país diminuiu em 9 mil, para 3,14 milhões. Esse é o menor nível de desemprego dos últimos 18 anos.

Inflação

A inflação da zona do euro manteve-se dentro da meta do Banco Central Europeu (BCE) em novembro, sinalizando não haver pressão para aumento de juro.

A agência de estatísticas local informou nesta terça-feira que os preços ao consumidor subiram 1,9% em novembro sobre igual mês de 2009, a mesma leitura de outubro e em linha com a previsão de analistas consultados pela Reuters.

O BC tem como meta manter a inflação perto, mas abaixo de 2% no médio prazo.

(com agências)

Abrir o chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos lhe ajudar hoje?
%d blogueiros gostam disto: