Notícias


Custo da construção civil da Paraíba está há um ano como mais alto do NE

Jornal da Paraíba

 

 

 

Apesar da desaceleração deste ano, metro quadrado de R$ 908,09 é o mais caro da região.

Alexsandra Tavares

O custo da construção civil na Paraíba completou um ano no topo da lista do mais alto do Nordeste. Em maio, o metro quadrado passou a custar R$ 908,09, uma leve alta de 0,20% sobre abril. Ao longo de cinco meses o Índice Nacional da Construção Civil aumentou apenas 0,94% contra 4,62% no mesmo período do ano passado. Como o piso da categoria dos trabalhadores da construção ainda não foi decidido no Estado, o custo pode voltar a subir nos próximos meses. Os dados foram divulgados ontem pelo IBGE.

O custo médio do Nordeste foi de R$ 937,10 e o Estado da região que mais se aproximou da Paraíba foi o Piauí (R$ 893,74). A pesquisa considera apenas despesas com mão de obra e material de construção.

O vice-presidente da Câmara Brasileira de Indústria da Construção (CBIC) e integrante do conselho fiscal do Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP), Irenaldo Quintans, afirmou que alguns fatores podem ter contribuído para a alta do preço do metro quadrado construído na Paraíba nos doze meses.

Um dos possível motivos é o fato do setor precisar importar muito material de outros Estados, já que o polo industrial paraibano não contempla todas as necessidades dos empresários. “Então se compra fora da Paraíba produtos como pisos, revestimento cerâmico e aço para construção. O frete aumentou bastante e entra nesta conta”.

Segundo Irenaldo, com o ‘boom’ da construção civil houve grande demanda por imóveis, ocorrendo encarecimento nas remunerações dos trabalhadores do setor e o valor ainda não se adequou à difícil e atual realidade econômica do país. “Os salários dos trabalhadores são compatíveis com Estados brasileiros que têm maior custo de vida. Está cada vez mais difícil se encontrar profissionais especializados”, declarou.