Notícias


Contabilista tem mercado promissor

Jornal Mídia Mais Online

O profissional zela pelo cumprimento dos deveres fiscais e tem a tarefa de organizar e supervisionar

O Dia do Contabilista foi comemorado neste sábado, 25.  Este profissional, indispensável para as empresas, instituição, até mesmo para uma grande família, está ganhando, cada vez mais, um espaço promissor. Ao menos é isso que garante o presidente do Sindicato dos Contabilistas da Regional de Concórdia, Arnaldo Mores.

Cerca de 30 escritórios de contabilidade são associados ao Sindicato. “A nossa área de atuação envolve diversos municípios da Amauc, como pro exemplo, Ita, Paial, Xavantina, Seara Irani, Presidente Castello Branco, Peritiba, Alto Bela Vista e o Vale da Produção”, destaca Mors.

A principal tarefa do contabilista é organizar e supervisionar contabilidade. Já o papel do Sindicato é unir a classe. “Nossa meta é fazer com que todos saiam ganhando e esta é uma situação muito delicada de trabalhar. Mas avaliamos que a nossa região se destaca, pois temos mais facilidade de unir a classe”. Arnaldo Mores explica ainda que está sendo feito um trabalho para fortalecer ainda mais o elo entre os profissionais.

As atividades que o contabilista pode exercer em uma empresa são variadas. Pode ser responsável pela gestão orçamental, fazer auditorias financeiras, registrar as principais contas, planejar investimentos, controlar gastos, orientar pagamentos, fazer balanços. “Nosso papel é cada dia mais importante, porque exercemos a tomada de decisões nas empresas”, assinala o presidente do Sindicato. 

Mercado

Arnaldo Mores observa que “aquele que estiver bem preparado vai se destacar e tem um nicho de mercado muito grande”. Para isto, é preciso conhecer a legislação fiscal, comercial e do trabalho, os princípios de funcionamento e o patrimônio da empresa a que está prestando os serviços. Os contabilistas precisam de conhecimentos teóricos e práticos sobre estatística, matemática e de alguns ramos da administração, de recursos humanos e do direito.

O contabilista tem que zelar pelo cumprimento dos deveres fiscais. Na época de declarar o Imposto de Renda, por exemplo, a carga de trabalho aumenta. “Até por isso temos uma dificuldade de comemorar nossa data em abril, justamente porque estamos envolvidos com o Imposto de Renda. Mas mesmo assim não deixamos passar em branco”.

Sindicato é também social

O SESCON é o sindicato patronal que representa o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Perícias, Pesquisa e Informações de Santa Catarina. De acordo com Artêmio Ortigara, diretor regional, a entidade tem em seu quadro social mais de 800 associados. “É o terceiro sindicato em número de associados no Brasil”, explica. 

O trabalho é prestar serviços aos escritórios de contabilidade como, por exemplo, informações, parcerias, certificação digital e boletins onde é disponibilizado consultoria em todas as áreas. “Além disso, o SESCON desenvolve uma série de atividades voltadas em defesa dos interesses da classe contábil e da área social”, define.

Artêmio Ortigara destaca que em Concórdia os serviços sociais são variados. “Somente no ano passado o SESCON contribuiu com mais de R$ 5 mil para a APAE e esse ano auxilia com a Fede Feminina de Combate ao Câncer. Aonde tem um diretor regional, tem uma entidade beneficiada”, conclui.