Notícias


Concurso público: Receita Federal abre 950 vagas; ganhos chegam a até R$ 13 mil

Diário da Paraíba

Com salários que podem chegar a R$ 13 mil, o concurso da Receita Federal é um dos mais esperados na área fiscal. Já autorizada pelo Ministério do Planejamento, a seleção vai oferecer 950 vagas para quem possui Nível Superior: 200 de auditor-fiscal e 750 de analista-tributário

Para ingressar na carreira, é preciso se preparar com antecedência e focar nas matérias exigidas no último edital, devido ao grande volume de conteúdo programático.

De acordo com Paulo Estrella, diretor da Academia do Concurso, a prova da Receita envolve até 20 disciplinas. “Essas matérias têm pesos diferentes. Como o exame é muito grande, é um concurso que exige mais dedicação do candidato, pois além da quantidade de assuntos, há muitas disciplinas que não são cobradas em outros concursos, as chamadas específicas”, explica o especialista.

O concurso, segundo Estrella, é para quem já estuda há pelo menos um ano, devido à complexidade dos temas. Entre as principais matérias estão Direito Tributário, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Previdenciário, legislações específicas da Receita, Contabilidade, Contabilidade Avançada, Matemática Básica, Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Matemático.

De acordo com Sérgio Gurgel, professor de Direito Penal do Canal dos Concursos, estudar legislação é uma das dicas mais importantes para quem quer passar: “Por mais incrível que possa parecer, existe um péssimo hábito da maioria dos candidatos de estudar doutrina, jurisprudência, e deixar a legislação de lado. Mas a leitura repetitiva de toda legislação pertinente ao edital é um passo fundamental”, afirma Gurgel.

Segundo o especialista, é preciso cuidado também na escolha do material, pois muitas apostilas que circulam pela Internet são de procedência duvidosa e, uma grande maioria, completamente desatualizada. “Quando tiver dúvidas no momento da resolução de provas anteriores, sugiro que o estudante consulte os clássicos existentes no mercado para cada matéria”, recomenda Gurgel.

‘Usar apostilas e fazer provas anteriores são boas alternativas

Valter Ferreira, coordenador da Faculdade da Academia Brasileira de Educação e Cultura (Fabec-RJ), orienta quem não sabe onde encontrar materiais de qualidade: “O candidato pode optar por livrarias que vendem edições especializadas na área de concursos ou mesmo em cursos preparatórios. Procurar apostilas e buscar provas anteriores e questões da banca organizadora também são boas alternativas e ajudam na preparação”, destaca Ferreira.

Além do concurso da Receita, há outras seleções previstas na área fiscal, como por exemplo a do ICMS-RJ. “Quem quiser se preparar para outros concursos além deste deve fazer uma análise dos últimos editais. Há sempre pontos comuns, porém deve-se fazer um estudo sobre a forma de cobrança da organizadora”, explica. A psicóloga Roberta Aguiar, 31, por exemplo, estuda há três anos para concursos na área fiscal. “É preciso ter paciência e foco”, diz ela.

O Dia