Notícias


Comércio varejista ganha Frente Parlamentar

Logomarca do veículo

Presidente do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae, senador Adelmir Santana, está na vice-presidência da frente

Da assessoria do CDN

Brasília – O presidente do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae e presidente da Fecomércio/DF, senador Adelmir Santana, é o vice-presidente da Frente Parlamentar Mista do Comércio Varejista no Congresso Nacional. A frente, que será presidida pelo deputado Paulo Bornhausen, foi instalada na quarta-feira (4) em solenidade no salão nobre da Câmara dos Deputados.

"A formação dessa frente veio preencher um vazio muito grande porque os comerciantes, lojistas e micro e pequenos empresários desse segmento representam 60% do Produto Interno Bruto do País e não tinham uma representação forte dentro do Congresso Nacional. Com a frente poderemos criar melhores condições de defesa e apoio ao desenvolvimento e crescimento do setor, pormeio de projetos de lei que tornem mais justas as questões fiscais e tributárias que sobrecarregam a atividade e também melhorar as condições de relacionamento com os consumidores”, disse o senador Adelmir Santana.

O presidente do Senado Federal, senador Garibaldi Alves Filho também esteve presente na solenidade e manifestou seu apoio à frente. "A partir desse momento me incorporo à Frente Parlamentar Mista do Comércio Varejista", disse. A frente foi criada com 209 deputados e cerca de 40 senadores.

As primeiras bandeiras de luta da frente são: a normatização do uso do cartão de crédito, cujo principal projeto é permitir preços diferenciados nas vendas à vista, um dos principais projetos e de autoria do senador Adelmir Santana em tramitação no Senado, e o Cadastro Positivo para clientes bancários adimplentes, também de autoria do senador. Está na pauta a discussão da Lei do cheque, de autoria do senador Gerson Camata e cujo relator é o senador Santana. A intenção é valorizar o uso do cheque no comércio, atribuindo maior responsabilidade ao setor financeiro.

Com relação aos cartões de crédito, o senador Adelmir Santana comentou em seu pronunciamento que os preços, embutidos no valor final do produto, chegam a custar de 10% a 12% mais caro, em virtude das taxas abusivas cobradas pelas administradoras de cartões de crédito, o que dificulta a vida do varejista e do próprio consumidor.

O presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, Roque Pelizzaro, destacou a importância do senador na vice-presidência da Frente por sua longa experiência empresarial e pelos mandatos que exerce no Sebrae, na CNC e na Fecomércio-DF, onde preside os Conselhos do Ses e do Senac.

Da mesma forma, o presidente da Frente, deputado Paulo Bornhausen, referiu-se ao senador Santana elogiando-o pela coerência e conduta na sua trajetória empresarial e política nas principais entidades ligadas ao setor produtivo nacional. Disse ainda estar muito seguro dos resultados que o comércio varejista e a área de serviços deverão colher no Congresso, pela qualidade dos deputados federais e dos senadores que já subscreveram a nova Frente Parlamentar.

A cerimônia aconteceu na Câmara dos Deputados e contou com a presença do secretário de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Edson Lupatini, do presidente do Sindicato do Comércio Varejista do DF, (Sindivarejista/DF), Antônio Augusto de Morais e da presidente da Associação Comercial do Paraná, Avaní Tortatto, representando a CNAC, senadores, deputados, empresários, lideranças do setor produtivo e representantes do Sebrae.

Serviço:
Assessoria do CDN – (61) 3311-1742