Notícias


Com o pé na estrada

Portal Exame

por Marcelo Onaga

O Banco do Brasil quer encerrar o ano com uma atuação mais forte no exterior. O maior banco brasileiro, controlado pela União, negocia a compra de uma instituição de pequeno porte nos Estados Unidos, uma em Angola e outra no Chile. Além disso, o banco está abrindo uma agência em Xangai, na China, e um escritório em Singapura. Nos Estados Unidos, o banco está em estágio avançado de negociação e até o fim do ano deverá adquirir uma instituição com valor aproximado de 50 milhões de dólares. O alvo do BB em solo americano é a comunidade de 1,4 milhão de brasileiros, concentrada principalmente nas regiões de Nova York e Flórida. O objetivo do banco é atrair contas de pessoas físicas, como já faz hoje no Japão, onde tem mais de 120 000 correntistas. Nos demais países, o BB está de olho na crescente presença de empresas brasileiras. Neste ano, o Banco do Brasil já comprou o Banco da Patagônia, na Argentina, por 500 milhões de dólares.