Notícias


Cerca de 30 empresas planejam abrir capital neste ano

O cenário é promissor para o mercado de ações brasileiro neste ano, segundo avaliação do presidente do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), Geraldo Soares.

De acordo com ele, cerca de 30 empresas já demonstraram interesse em abrir capital em 2006.

“Ministramos muitos cursos e notamos o interesse das companhias. São empresas de vários locais do país, como Manaus e Mato Grosso, que devem ingressar no mercado principalmente por meio do Bovespa Mais”, disse.

O Bovespa Mais deve ser lançado ainda no início deste ano pela Bolsa de Valores de São Paulo. Trata-se de um segmento que tem como objetivo acolher pequenas ou grandes companhias que pretendem entrar no mercado de capitais gradualmente.

Segundo Soares, a Bolsa é um canal para as empresas que buscam crescimento e capitalização. “Elas têm vontade de se expandir e, entrando na Bolsa, ganham mais visibilidade junto à mídia, aos investidores.”

No ano passado, a Bolsa paulista registrou um número recorde de ofertas públicas iniciais de ações. Nove companhias abriram capital em 2005 e ingressaram no nível 2 ou no Novo Mercado, segmentos que exigem maior transparência e práticas de boa governança corporativa por parte das empresas.

Apesar de considerar o mercado de ações brasileiro “extremamente” sofisticado, com grande potencial de crescimento, o presidente do IBRI ressalta que ainda falta conhecimento sobre o setor entre empresas e investidores.

“A questão cultural é essencial. É muito importante explicar o que é o mercado tanto para as empresas como para os investidores.”