Notícias


Camex reduz a zero alíquota de importação de álcool

da Folha Online

A Camex (Câmara de Comércio Exterior) informou nesta terça-feira que reduziu a zero das alíquotas de importação do álcool. Além dos dois tipos de álcool (anidro e hidratado), fazem parte da lista outros seis itens dos setores de construção civil, energia, têxtil e bens de consumo.

A decisão foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União a Resolução Camex nº4, que altera a Lista Brasileira de Exceções à TEC (Tarifa Externa Comum) do Mercosul, e tem caráter temporário.

Os dois tipos de álcool, por exemplo, tinham alíquota de 20%. Também foi incluído na lista o cimento comum, que antes contava com imposto de importação de 4%, e fio-máquina e vergalhões usados na construção civil, como parte do pacote de estímulo ao setor anunciado pelo governo Lula.

Os outros produtos que também tiveram alíquota de importação zerada foram as estações geradoras de energia movidas à gás e a acrilonitrila, matéria-prima para fibra sintética, usada no setor têxtil. O último item incluído na listagem foi palha de ferro/aço, do setor de higiene.