Notícias


Brasileiros pagam 138% a mais de impostos este ano

Cada brasileiro pagará 138% a mais de tributos este ano do que há seis anos. A carga tributária – somatório dos impostos federais, estaduais e municipais arrecadados – em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro semestre de 2005 chegou a 39,34%. No mesmo período de 2003, ela era 37,83%, o que significa um aumento de 1,51 ponto percentual.

Este foi um dos resultados do estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) com dados do primeiro semestre. Para o presidente da entidade, Gilberto Luiz do Amaral, 2005 deverá fechar com 37,5% sobre o PIB, o que é um recorde histórico.

“A carga tributária continua crescendo, apesar dos desmentidos governamentais. E isto tem trazido problemas cada vez mais sérios para o País”, diz Amaral. Este aumento, segundo ele, reduz o poder aquisitivo da família brasileira, fazendo também com que o mercado tenha que colocar mais custos na produção, aumentando os preços e gerando parte da inflação existente hoje. “Fica cada vez mais difícil termos crescimento sustentado. Além disto, estamos perdendo competitividade em termos internacionais”, diz.

O vice-presidente coordenador da divisão de desenvolvimento e economia da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul), José Paulo Cairoli, afirma que é fundamental que haja uma base maior para todos pagarem impostos e não haver concentração. “Eles aumentam para as empresas de serviços, energia e telecomunicações. Fica muito focado e os setores acabam sendo ainda mais prejudicados”, diz.

Uma das preocupações, segundo ele, é que desde 1978 não houve nenhuma alteração nesta trajetória de crescimento. “Aumentar impostos acaba sendo sempre a primeira alternativa para resolver os problemas de falta de recursos”, observa.

De acordo com o estudo do IBPT, no primeiro semestre do ano, os impostos federais totalizaram R$ 246,7 bilhões (68%), os estaduais R$ 94,5 bilhões (26%) e os municipais R$ 20,1 bilhões (6%), com pequena variação em relação ao primeiro semestre de 2004. A carga tributária per capita do primeiro semestre de 2005, em comparação ao mesmo período do ano anterior, apresentou crescimento de 13,32%. Isto significa que cada brasileiro pagou R$ 231,06 a mais de tributos no semestre.

Na projeção para o ano todo, a estimativa é de que haja um aumento de 12,55%. Cada brasileiro deve pagar de tributos este ano aproximadamente R$ 4 mil, um aumento de R$ 452,00 em relação a 2004, que ficou em cerca de R$ 3,5 mil.